logo-jessica-branca
Dra. Jessica Cuffa

Fique por Dentro

Fatores de Risco para Bruxismo do Sono

O bruxismo do sono é um distúrbio caracterizado pelo ranger ou apertar dos dentes durante o sono. Embora a causa exata do bruxismo do sono não seja completamente compreendida, existem diversos fatores de risco que podem contribuir para o desenvolvimento desse problema. Neste texto, exploraremos alguns dos principais fatores de risco associados ao bruxismo do sono.

1. Estresse e Ansiedade: O estresse emocional e a ansiedade são considerados fatores de risco significativos para o bruxismo do sono. Pessoas que lidam com altos níveis de estresse diariamente têm maior probabilidade de apertar ou ranger os dentes durante o sono como uma forma de liberação de tensão.

2. Genética: A predisposição genética desempenha um papel importante na suscetibilidade ao bruxismo do sono. Se alguém na família tem histórico desse distúrbio, a probabilidade de outros membros da família desenvolverem bruxismo pode ser maior.

3. Idade: O bruxismo do sono é mais comum em crianças e pode persistir até a idade adulta. Geralmente, ele diminui à medida que as pessoas envelhecem, mas ainda pode afetar alguns indivíduos.

4. Hábitos de vida: O consumo excessivo de álcool, tabaco e cafeína pode aumentar o risco de bruxismo do sono. Essas substâncias podem afetar a qualidade do sono e contribuir para a ocorrência do distúrbio.

5. Medicamentos: Alguns medicamentos, como antidepressivos e estimulantes, foram associados ao bruxismo do sono como um possível efeito colateral. Se você suspeitar que um medicamento está contribuindo para o seu bruxismo, é importante conversar com seu médico sobre alternativas ou ajustes na dose.

6. Outros distúrbios do sono: O bruxismo do sono muitas vezes ocorre em conjunto com outros distúrbios do sono, como apneia do sono. Esses distúrbios podem interagir e agravar os sintomas uns dos outros.

7. Fatores psicológicos: Além do estresse e da ansiedade, outros fatores psicológicos, como personalidade competitiva, agressiva ou perfeccionista, podem aumentar o risco de bruxismo do sono.

É importante lembrar que o bruxismo do sono pode ter consequências prejudiciais para a saúde bucal, como desgaste dos dentes, dor na mandíbula, dores de cabeça e distúrbios temporomandibulares (DTM). Se você suspeitar que está sofrendo de bruxismo do sono, é aconselhável procurar a orientação de um dentista ou médico especializado em sono para um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado. O tratamento pode incluir o uso de placa de mordida, terapia comportamental, redução do estresse e, em casos mais graves, medicamentos prescritos.

Atendimento On-Line